Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LITORAL CENTRO - COMUNICAÇÃO E IMAGEM

“A LIBERDADE DE IMPRENSA É UM DOS GRANDES BALUARTES DA LIBERDADE E DA DEMOCRACIA QUE NUNCA DEVE SER RESTRINGIDA POR FORÇAS OU GOVERNOS DESPÓTICAS.” - J.Carlos

“A LIBERDADE DE IMPRENSA É UM DOS GRANDES BALUARTES DA LIBERDADE E DA DEMOCRACIA QUE NUNCA DEVE SER RESTRINGIDA POR FORÇAS OU GOVERNOS DESPÓTICAS.” - J.Carlos

LITORAL CENTRO - COMUNICAÇÃO E IMAGEM

15
Nov19

Oeste | DO POPULAR AO VANGUARDISMO NO ACORDEÕES DO MUNDO


J. CARLOS

Em época propícia, de castanhas e água-pé, que convidam às sonoridades do acordeão, o concelho de Torres Vedras acolheu mais um festival dedicado a este instrumento musical, no qual o mesmo foi abordado na sua dimensão mais popular mas também num registo moderno e vanguardista.
 
Integrado nas Festas da Cidade de Torres Vedras, teve assim lugar entre os dias 26 de outubro e 11 de novembro a 16.ª edição do Festival Internacional de Acordeão de Torres Vedras – Acordeões do Mundo.
 
Uma iniciativa que se saldou por um balanço bastante positivo, a atestar desde logo pela adesão aos respetivos concertos, realizados no Teatro-Cine de Torres Vedras, nos quais se contabilizaram 1.320 entradas, uma afluência superior relativamente às edições anteriores do evento.
 
De destacar do programa desta edição de 2019 do mesmo, o concerto do grupo Danças Ocultas, que “abrira” o evento, ao atuar na sua primeira edição, tendo há quatro anos este quarteto regressado ao Acordeões do Mundo para tocar com a Orquestra Filarmonia das Beiras. Desta vez veio a Torres Vedras para comemorar os seus 30 anos de carreira, num espetáculo de lotação esgotada, onde voltou a encantar com o seu folk impressionista.

cazrtaz_A-5_LC_excur_Desembro.jpg

15
Nov19

Aveiro | CARTAZ DA MANIFESTAÇÃO DE 23 DE NOVEMBRO


J. CARLOS

Este é o momento para, em conjunto, lutarmos PELA DEFESA DO PATRIMÓNIO, para exigirmos a DEFESA DO AMBIENTE e para salvaguardarmos a DEFESA DAS NOSSAS ÁRVORES.
 
Faça chuva ou faça sol, DIA 23 DE NOVEMBRO ÀS 15H JUNTO À ESTÁTUA DE JOÃO AFONSO DE AVEIRO.
-----
-----
15
Nov19

Anadia apoia mais um jovem empreendedor


J. CARLOS

Resultado de imagem para camara de anadia
 
A Câmara Municipal de Anadia assinou, no passado dia 14 de Novembro, mais um protocolo de apoio ao empreendedorismo, desta feita, com a jovem empresária, Liliana Henriques, sediada no Curia Tecnoparque, Tamengos, Anadia, no âmbito do Regulamento de Incentivos à Promoção do Empreendedorismo, do Investimento e Criação de Empresas “Invest em Anadia”.
 
A empresária desenvolve a atividade de prestação de serviços de consultoria (elaboração e acompanhamento de candidaturas, nomeadamente ao nível da elaboração e submissão de pedidos de pagamento, pedidos de alteração, esclarecimentos e relatórios de encerramento de projetos) e de realização de ações de formação em áreas diversas, incluindo a agrícola.
 
O protocolo prevê a atribuição de uma bolsa mensal, no valor de 250,00 euros, não reembolsável, durante o período de um ano, bem como apoio para a contratação dos serviços da Incubadora de Empresas do Curia Tecnoparque até aos seguintes limites anuais: 480,00 euros, 360,00 euros e 240,00 euros, no primeiro, segundo e terceiros anos de incubação, respetivamente.
 
A Câmara Municipal de Anadia procedeu a uma revisão às normas de execução da atribuição de benefícios fiscais e apoios municipais, no âmbito do Regulamento “Invest em Anadia”, por forma a clarificar alguns aspetos de aplicação prática das mesmas.
 
15
Nov19

Sabores do Minho| Mercado Gourmet Valença


J. CARLOS

De norte a sul Portugal é rico em produtos regionais, e neste caso concreto Valença do Minho não foge à regra.

MERCADO GOURMET VALENÇA é um exemplo da nossa afirmação. O Litoral Centro vai visitar este magnifico espaço no próximo dia 8 de Dezembro, bem como os excursionistas que integram a dita excursão, pois vão ter a possibilidade de participar num evento de provas de vinho e outros produtos da região.

Ocasião indicada para fazer compras a pensar no Natal, porque não? O que é bom tem o seu preço, e um sabor sem igual.

 

Sempre a pensar no sucesso das suas viagens e fidelização dos seus clientes, apresentamos um espaço em Valença do Minho: o MERCADO GOURMET VALENÇA.

 Sempre que realizar uma viagem para o Alto Minho ou Galiza, poderá agendar uma degustação GRÁTIS de produtos regionais no Mercado Gourmet.

 Este espaço foi criado com o intuito de atendimento de grupos e está organizado da seguinte forma: (envio fotos em anexo)

 - Loja de produtos regionais com sabores tipicamente portugueses, com uma ampla oferta de vinho, azeite, compotas, queijo, chouriço, presunto, bacalhau, chocolate, biscoitos, entre outros produtos delicadamente selecionados.

cazrtaz_A-5_LC_excur_Desembro.jpg

Ler mais em https://aveiro123.blogspot.com/2019/11/sabores-do-minho-mercado-gourmet-valenca.html

15
Nov19

Leiria | Município cria regulamento de atribuição de apoios às freguesias


J. CARLOS

Resultado de imagem para Leiria
O Município de Leiria aprovou esta terça-feira, em reunião do Executivo, o regulamento que estabelece as condições e os critérios na atribuição de apoios às Freguesias e Uniões das freguesias.
Segundo o projeto de regulamento, trata-se de um instrumento “uniformizador e proficiente de equidade e transparência”, que pretende contribuir para a prestação do serviço público às respetivas populações por parte das Freguesias e das Uniões de Freguesias, entidades que “têm uma especial relação de proximidade que lhes confere uma posição privilegiada”.
Considerando que “algumas freguesias dispõem de meios bastante escassos”, o Município definiu como objetivos a promoção do desenvolvimento cultural, recreativo, artístico, social, educativo, desportivo e o apoio a iniciativas que promovam atividades de interesse municipal, bem como o incentivo ao relacionamento institucional.
De natureza financeira ou não financeira, o apoio pode ser pontual e abranger atividades regulares ou relativo à infraestruturação, beneficiação e modernização.
 
15
Nov19

Aprovada a empreitada do Centro Náutico e Piscatório da Praia da Vagueira


J. CARLOS

Foi aprovada a abertura do procedimento para a empreitada do Centro Náutico e Piscatório da Praia da Vagueira, com um preço base de cerca de 800.000 euros e um prazo de execução de 12 meses, cuja candidatura foi submetida ao Grupo de Ação Costeira da Região de Aveiro, no âmbito do Programa Operacional MAR2020, e aprovada com um valor de financiamento de cerca de 683.000 euros que corresponde a uma taxa de comparticipação comunitária de 85%, não reembolsável.
 
O projeto consiste na requalificação da zona adjacente ao canal de Mira na Praia da Vagueira, com vista à criação de um Centro Náutico e Piscatório e uma zona de areal. Este Centro Náutico e Piscatório está assim localizado na principal entrada da Praia da Vagueira e assume deste modo especial destaque urbanístico. Esta estrutura vai incorporar funções sociais, desportivas e económicas para a população residente e visitante. Está previsto o aumento do cais existente com a criação de um equipamento em madeira com 13 apoios a pescadores e 1 apoio à zona de areal, com uma rampa e guindaste de movimentação para acesso dos barcos à água e zona de acondicionamento de embarcações em terra.
 
15
Nov19

Ana Gomes reconhecida pela campanha política para aprovar “Lei Magnitsky” europeia


J. CARLOS

Resultado de imagem para Ana Gomes reconhecida pela campanha política para aprovar “Lei Magnitsky” europeia

A antiga eurodeputada socialista Ana Gomes prometeu "continuar a lutar" pela defesa de causas ligadas aos direitos humanos ao ser distinguida em Londres com o prémio Sergei Magnitsky, juntamente com jornalistas e advogados de vários países.
 
Ana Gomes foi reconhecida na quinta-feira com o prémio na categoria de Campanha Política pelo seu envolvimento na aprovação do regime de sanções europeias a pessoas ou países responsáveis por violações graves dos direitos humanos.
O diploma foi inspirado na Lei Magnitsky dos EUA, adotada em 2012 e criada para punir responsáveis pela morte do advogado russo que denunciou vários casos de corrupção e de fraude fiscal por parte das autoridades do seu país e morreu em prisão preventiva, em 2009.
Em Março deste ano, Ana Gomes foi uma das promotoras de uma resolução aprovada por larga maioria no Parlamento Europeu que defende a imposição de medidas restritivas, como o congelamento de bens e a proibição de entrada na União Europeia, "contra qualquer pessoa ou entidade que seja responsável - através da participação, assistência, financiamento ou contribuição - pelo planeamento, pela direção ou pela perpetração de graves violações dos direitos humanos, abusos e atos de corrupção sistémica" com elas relacionados.
 
15
Nov19

Moçambique | FMI revê em alta crescimento económico de Moçambique em 2019 mas rebaixa PIB para 2020


J. CARLOS

Foto de Adérito Caldeira
 
O Fundo Monetário Internacional (FMI) reviu em alta o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de Moçambique até ao fim do ano. “As projecções para 2019 foram revisadas, no caso do crescimento do PIB, em alta de 1,8 por cento para 2,1 por cento” indicou nesta quarta-feira (13) o chefe da equipa do FMI que visitou o nosso país, Ricardo Velloso, que no entanto rebaixou as expectativas para o próximo ano “espera-se que o crescimento do PIB real venha a atingir 5,5 por cento em 2020”.
 
Em Maio último o Fundo Monetário rebaixou o crescimento do PIB, que fora estimado em 3,8 por cento, prevendo o impacto dos ciclones Idai e Kenneth na economia nacional porém agora: “As projecções para 2019 foram revisadas, no caso do crescimento do PIB, em alta de 1,8 por cento para 2,1 por cento e a razão é que a agricultura tem estado um pouco melhor do que esperávamos”.
 
“A projecção de inflação foi revisada em baixa, de 8,5 por cento para 3 por cento este ano, e essa foi uma grande surpresa. Normalmente quando há um choque de oferta tão grande, quanto o que aconteceu em Março e em Abril se nota uma aceleração muito grande da inflação, isso não aconteceu, a inflação de Maputo é muito baixa, por exemplo”, revelou o chefe da equipa do FMI que desde 6 de Novembro esteve em Maputo para analisar os desenvolvimentos económicos recentes e actualizar as projecções macroeconómicas.
 
No entanto estas estimativas revistas do FMI continuam a ser muito conservadoras comparativamente às projecções do Governo de Filipe Nyusi que incluindo o impacto dos dois ciclones que em Março e Abril fustigaram o Centro e o Norte de Moçambique reviu o crescimento este ano para 2,5 por cento e espera que a inflação cresça para 7 por cento.
 
Entretanto a missão do Fundo Monetário rebaixou as expectivas de um crescimento de 6 por cento no próximo ano. “As perspectivas para 2020 são de uma forte recuperação da actividade económica e de uma inflação baixa. Espera-se que o crescimento do PIB real venha a atingir 5,5 por cento em 2020, suportado pelos esforços de reconstrução pós-ciclones, uma recuperação na agricultura, e pelo estímulo económico de um relaxamento gradual adicional das condições monetárias e da regularização dos pagamentos internos em atraso aos fornecedores. O sector da construção e outras actividades deverão também ser impulsionadas pelos investimentos nos megaprojectos de gás natural liquefeito (GNL)”, declarou Velloso que projectou que a “inflação deverá permanecer baixa, com uma ligeira subida para 5 por cento no final de 2020”.
 
15
Nov19

Moçambique | Nyusi adia novamente Lei do Conteúdo Local e avisa “nem todos vamos caber nestes negócios de gás”


J. CARLOS

O Presidente Filipe Nyusi voltou a adiar “sine die” a aprovação da Lei de Conteúdo Local e avisou nesta quarta-feira (13) aos empresários moçambicanos “nem todos vamos caber nos negócios de gás”.
 
Discursando na abertura da 6ª Cimeira sobre gás natural, em Maputo, o Chefe de Estado começou por sonhar com um futuro melhor “a afirmação da economia moçambicana na região, no continente e no mundo doravante está ligada, em parte, a exportação e exploração de recursos naturais, acção da qual esperamos tirar maiores benefícios quer no que diz respeito a mão-de-obra, quer no que tange na participação de empresas moçambicanas no fornecimento de bens e prestação de serviços”.
 
Em seguida Nyusi falou da realidade actual, imposta pelas petrolíferas: “Muitas vezes temos estado a falar na lei de inclusão ou de Conteúdo Local, a lei por si só pode sair amanhã, ou no próximo semestre, o importante é nós os moçambicanos estarmos preparados para sairmos de simples reclamações, não fazemos isto não fazemos aquilo, precisamos de ser empresas fornecedoras de serviços de qualidade e credíveis, e é possível com parcerias com aqueles que sabem fazer mas também com associativismo”.
 
15
Nov19

Oeste | PRODUTOS ENDÓGENOS EM DESTAQUE NAS FESTAS DA CIDADE DE TORRES VEDRAS


J. CARLOS

 
Mais de 80 atividades deram forma ao programa da 16.ª edição das Festas da Cidade de Torres Vedras, que decorreu entre 26 de outubro e 11 de novembro. Cultura, gastronomia e desporto uniram-se em torno da tradição para 17 dias de festa, que contaram com a participação de cerca de 40 mil pessoas.
 
O Pavilhão Multiusos do Parque Regional de Exposições acolheu as tradicionais tasquinhas, com as freguesias do Concelho a apresentar os petiscos típicos da região, sempre acompanhados por um programa de animação diária. Ao longo do certame, cerca de 30 mil pessoas passaram por aquele espaço, que recebeu os concertos de Susana Félix e Camané.
 
A principal novidade desta edição passou pelo Fórum de Inovação de Gastronomia e Vinho RESERVA, que decorreu entre os dias 1 e 3 de novembro, no Pavilhão Expo. Um evento que visou promover o trabalho dos produtores locais, mas também dar a conhecer iniciativas e projetos inovadores associados ao vinho e à vinha, à gastronomia local, aos produtos endógenos e aos serviços associados. Na ocasião foi, ainda, lançado o Guia de Enoturismo de Torres Vedras e realizou-se a cerimónia de entrega de prémios dos concursos de pastel de feijão e de vinhos de Torres Vedras de 2019.
 
O passeio de máquinas agrícolas antigas percorreu as principais artérias da Cidade, no dia 3 de novembro, dando a conhecer algumas das “relíquias” que integraram a Exposição de Máquinas Agrícolas Antigas, que esteve patente durante as Festas da Cidade no Parque Regional de Exposições.