Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LITORAL CENTRO - COMUNICAÇÃO E IMAGEM

“A LIBERDADE DE IMPRENSA É UM DOS GRANDES BALUARTES DA LIBERDADE E DA DEMOCRACIA QUE NUNCA DEVE SER RESTRINGIDA POR FORÇAS OU GOVERNOS DESPÓTICAS.” - J.Carlos

“A LIBERDADE DE IMPRENSA É UM DOS GRANDES BALUARTES DA LIBERDADE E DA DEMOCRACIA QUE NUNCA DEVE SER RESTRINGIDA POR FORÇAS OU GOVERNOS DESPÓTICAS.” - J.Carlos

LITORAL CENTRO - COMUNICAÇÃO E IMAGEM

22
Mai19

Opinião | Um dia internacional da mulher, mas diferente


J. CARLOS

 

Todos os anos, no dia 8 de março, uma enxurrada de reportagens nas diversas mídias comemora o chamado “Dia Internacional da Mulher”. O ano de 2019 não deixaria de trazer a cantilena de sempre, e o sentido de revolta contra as normas católicas de comportamento se repete na leitura de qualquer publicação sobre o tema.
 
Bem significativa, neste sentido, é a informação do “Correio Brasiliense” sobre uma manifestação feminista no centro de Brasília,1 na data mencionada. Jolúsia Batista, uma das organizadoras, ressaltou os objetivos do ato: “É dia de expressar uma luta organizada. Mas a luta é diária. Somos contra o conservadorismo do governo atual e contra o fundamentalismo cristão. Somos pró-legalização do aborto e contra a reforma [da previdência] como está, pois agrava o cenário, principalmente para as mulheres. Somos contra qualquer tipo de retrocesso”.
 
Não é meu intento analisar aqui o conteúdo da declaração (ou a ausência dele), nem fazer comentários sobre a agenda das manifestantes. Deixemos de lado esses aspectos, pois todos estamos saturados desse feminismo tacanho, distorcido e anticatólico. Em face dos devaneios feministas, parece-me a melhor iniciativa opor a eles exemplos de atitudes que ressaltam o real valor das mulheres. Lembrar modelos contrários ao do feminismo tem o efeito salutar de desintoxicar as pessoas do veneno que ele vem disseminando. E se as pessoas se deixarem desintoxicar, é bem possível que no futuro as comemorações do dia internacional da mulher realmente enalteçam as virtudes femininas características.
 
22
Mai19

Mundo | HCB lança OPV de apenas 2,5 por cento do seu capital... para cumprir promessa de Nyusi


J. CARLOS

Foto de Adérito Caldeira

A Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB) lançou nesta segunda-feira (20) a Oferta Pública de Venda (OPV) das suas acções numa corrida contra o tempo para garantir o cumprimento da promessa de Filipe Nyusi, que está a pouco meses de terminar o seu 1º mandato. Porém ,em vez dos 7,5 prometidos em 2017 pelo Chefe de Estado, estarão disponíveis na Bolsa de Valores de Moçambique (BVM) apenas 2,5 por cento do capital social da HCB cujos Administradores deram a entender não estarem muito preocupada com o valor que poderão obter dessa venda que é destinada apenas a cidadãos e empresas nacionais.
Enfim arrancou o processo público que irá culminar a 12 de Julho com a admissão da Hidroeléctrica de Cahora Bassa na Bolsa de Valores de Moçambique. “Tem início hoje o processo de comunicação, divulgação desta operação, estendendo-se por um período de 4 semanas, a partir de 17 de Junho até 12 de Julho de 2019, todos os cidadãos, empresas e instituições nacionais com apetência e que sejam elegíveis poderão fazer a sua subscrição para a compra de acções da HCB”, declarou o Presidente do Conselho de Administração (PCA) da empresa, Pedro Couto.
Esta OPV, que segundo Couto pretende alcançar “maior inclusão económica dos moçambicanos e acrescentar valor a expressão muito conhecida Cahora Bassa é nossa” e tornar a empresa “, é apenas para moçambicanos que sejam trabalhadores da HCB, pequenos investidores singulares, grandes investidores singulares, empresas onde os capitais nacionais sejam superiores a 50 por cento e fundos de pensão.
O custo inicial de cada acção é de 3 Meticais. Investidores da BVM ouvidos pelo @Verdade garantem que é um bom investimento, a possibilidade de lucro é garantido e muito grande, comparando por exemplo com empresas de dimensão bem menor mas cujas acções estão hoje cotadas em 160 Meticais, caso das Cervejas de Moçambique, ou 900 Meticais, que é quanto valorizaram cada acção da Companhia Moçambicana de Hidrocarbonetos.
 
22
Mai19

Mundo | FMI prevê que depois do PIB cair para 1,8 vai haver “uma recuperação para 6 por cento liderada muito pela agricultura”


J. CARLOS

Foto de Adérito Caldeira

O Fundo Monetário Internacional (FMI) confirmou nesta segunda-feira (21) a projecção avançada pelo @Verdade que a economia de Moçambique vai desacelerar para 1,8 por cento devido ao impacto do Ciclone IDAI. Contudo Ari Aisen projecta “uma recuperação para 6 por cento liderada muito pela agricultura”.
Enquanto o Governo continua por rever em baixa o impacto do Ciclone Idai na economia nacional o FMI reviu o cenário macroeconómico de Moçambique. “Tanto o Idai como o Kennth vão causar uma revisão na taxa de crescimento, a nossa projecção era de 3,8 por cento antes do Idai acontecer, hoje a nossa projecção é de 1,8 por cento, claramente uma queda do desempenho da economia moçambicana esse ano, mas uma recuperação para 6 por cento liderada muito pela agricultura”, indicou o representante do Fundo em Moçambique.
Ari Aisen, que apresentou em Maputo as Perspectivas Económicas para África Subsariana e Moçambique, disse que o impacto destas Calamidades Naturais: “É o que a gente chama ajuste em V, a verdade é um desempenho em V”.
 
22
Mai19

Sociedade | Depois do susto com Casillas, Sara Carbonero é operada a tumor maligno nos ovários


J. CARLOS

Resultado de imagem para Sara Carbonero

Poucas semanas depois de um primeiro susto — quando Casillas foi internado após sofrer um enfarte agudo do miocárdio — foi a vez de Sara Carbonero ser alvo de uma intervenção. A esposa do jogador do FC Porto foi operada a um tumor maligno nos ovários.
 
A notícia foi dada pela esposa do guarda-redes do FC Porto através do Instagram esta terça-feira, 21 de maio.
 
"Ainda não tínhamos recuperado de um susto e a vida voltou a surpreender-nos. Desta vez tocou-me a mim (...). Fiz há uns dias uma revisão e os médicos encontraram um tumor maligno no ovário e tive de ser operada. Tudo correu muito bem, felizmente descobrimos muito a tempo, mas tenho pela frente uns meses de luta enquanto prossigo com o tratamento. Estou tranquila e com a confiança de que tudo vai correr bem. Sei que o caminho será duro, mas também que terá um final feliz. Conto com o apoio da minha família e amigos e com uma grande equipa médica. Aproveito para pedir aos meus companheiros jornalistas o respeito e a compreensão com que sempre me trataram, especialmente nestes momentos tão difíceis e delicados da minha família."
 
É esta a mensagem que se pode ler na publicação que Carbonero partilhou, juntamente com uma frase de Haruki Murakami.
 
Este revés no estado de saúde de Sara Carbonero acontece apenas semanas depois de o marido e jogador do FC Porto, Iker Casillas, ter sido internado na sequência de um enfarte agudo do miocárdio, no dia 1 de maio.
 
22
Mai19

Verão vai ter ondas de calor prolongadas. Máximas de 43º durante vários dias


J. CARLOS

As ondas de calor na Península Ibérica são mesmo aquilo que o siteAccuweather chama "a grande história deste verão".
O Accuweather é responsável por uma das apps mais populares para a previsão meteorológica em todo o mundo e, em comunicado, deixa claro que nas regiões mais afetadas, as temperaturas vão atingir máximas de 43 graus Celsius, durante vários dias seguidos.
O meteorologista que assina o documento afirma ainda que "mesmo quando as ondas de calor passarem, as temperaturas vão manter-se perto ou mesmo acima do normal, para pouco tempo depois subirem para níveis novamente perigosos".​
Também as noites vão ser mais quentes do que estamos habituados, principalmente durante as ondas de calor. Serão condições perigosas já que em muitas habitações "o ar condicionado não terá possibilidade de fazer baixar as temperaturas das casas para o calor que se irá fazer sentir no dia seguinte".
 
Mais em https://aveiro123.blogspot.com/2019/05/verao-vai-ter-ondas-de-calor.html
21
Mai19

Aveiro | CURSOS DE VITRINISMO, GESTÃO DE STRESS E COMUNICAÇÃO DE CIÊNCIA NA UNAVE-UA


J. CARLOS

A UNAVE - Associação para a Formação Profissional e Investigação da Universidade de Aveiro vai levar a efeito, nas próximas semanas, uma formação em Gestão do Stress e como Comunicar Ciência em Publico.
 
O curso de Comunicação de Ciência arranca a inicio a 21 de maio, sob a responsabilidade da de Alexandra Ataíde, empreendedora especializada no desenvolvimento de competências transversais e formadora em áreas como Falar em Público e Técnicas de Apresentação, Liderança e Resolução Colaborativa de Problemas, Comunicação Não Violenta e Resolução de Conflito, e consta de 25 horas de formação presencial.
 
Por sua vez, a formação em Gestão do Stress, destinada a todos aqueles que por força de uma vida profissional, familiar ou social agitada e intensa, pretendam adquirir ferramentas que lhes permitam compreender e gerir pró-ativamente o seu stress, por forma a minimizar as suas consequências negativas, está agendada para o dia 22 de maio.
 
21
Mai19

Aveiro | Tem início a 4 de junho : CURSO DE CONTABILIDADE E FINANÇAS PARA NÃO FINANCEIROS


J. CARLOS

A leitura e a compreensão dos documentos contabilísticos e da situação económico-financeira da empresa são essenciais para que as decisões dos gestores e outros decisores possam ser catalisadores do sucesso das organizações.

Destinado preferencialmente a empresários, empreendedores, gestores e diretores com função de gestão, engenheiros, juristas e outros quadros sem formação académica na área, a UNAVE - Associação para a Formação Profissional e Investigação da Universidade de Aveiro, vai levar a efeito, de 4 a 28 de junho, uma formação em Contabilidade e Finanças para Não Financeiros.

O curso consta de 24 horas de formação, em regime presencial e horário pós-laboral, às terças e sextas-feiras, das 19h00 às 22h00.

Será ministrado por dois professores do ISCA-UA - Gilberto de Carvalho Fernandes e Joaquim Alberto Neiva Santos – e pretende dotar os decisores das empresas e outras organizações que não têm formação de base em Contabilidade, Finanças ou Gestão, de conhecimentos necessários para compreenderem a expressão e o alcance das demonstrações financeiras; entenderem o efeito fiscal no resultado líquido do período; construírem e interpretarem indicadores acerca da situação económica e financeira das empresas e incentivarem a aplicação de princípios e métodos de controlo de gestão.

Mais em https://aveiro123.blogspot.com/2019/05/aveiro-tem-inicio-4-de-junho-curso-de.html 

21
Mai19

COVILHÃ INTEGRA DIREÇÃO DA FEDERAÇÃO PORTUGUESA DO CAMINHO DE SANTIAGO


J. CARLOS

Na passada sexta-feira, dia 17 de maio, no Casino das Pedras Salgadas, a Vereadora da Câmara Municipal da Covilhã, Regina Gouveia, representou o município na escritura que lançou oficialmente a Federação Portuguesa do Caminho de Santiago. No mesmo dia teve lugar a primeira assembleia geral, onde foram eleitos os órgãos sociais, tendo a Covilhã sido escolhida para a Direção liderada por Vila Pouca de Aguiar. 
 
Unindo 60 entidades, a Federação Portuguesa do Caminho de Santiago visa implementar uma estratégia e sinalética comum nas vias portuguesas de peregrinação a Santiago de Compostela. 
 
21
Mai19

Corte de água em Vieira de Leiria


J. CARLOS

Resultado de imagem para Corte de água em Vieira de Leiria

A Câmara Municipal da Marinha Grande informa que no dia 23 de maio, entre as 14h00 e as 18h30, irá proceder à interrupção do normal abastecimento de água na vila de Vieira de Leiria (com exceção da Passagem, Casal das Raposas, Talhões e Estrada da Praia).
 
Esta interrupção vem na sequência dos trabalhos de remodelação das válvulas nos cruzamento da Rua 25 de Abril com a Rua Pires de Campos.
 
21
Mai19

Marinha Grande | .Município homenageia Molde Matos pelos 50 anos


J. CARLOS

A empresa Molde Matos e o seu líder, o empresário Joaquim Matos, foram homenageados pelo Município da Marinha Grande na passada sexta-feira, 17 de maio, no Auditório da Resinagem, pelo contributo da empresa e do empresário para o desenvolvimento económico do concelho.
 
Num jantar seguido de homenagem, que reuniu mais de uma centena de pessoas, a presidente da Câmara, Cidália Ferreira, afirmou que “conhecemos a força, a perseverança, o conhecimento, o arrojo, a vontade e o querer que está na liderança desta empresa, deste empresário, deste nosso amigo”.
 
Cidália Ferreira admitiu que aquele encontro de entidades, empresários e amigos de Joaquim Matos, pretendeu “homenagear um grande homem e uma grande empresa, que todos os dias dos últimos 50 anos tem dado o seu decisivo contributo para que a Marinha Grande seja líder distrital de exportações e para o aumento das exportações em 2018 no nosso país”.