Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

LITORAL CENTRO - COMUNICAÇÃO E IMAGEM

“A LIBERDADE DE IMPRENSA É UM DOS GRANDES BALUARTES DA LIBERDADE E DA DEMOCRACIA QUE NUNCA DEVE SER RESTRINGIDA POR FORÇAS OU GOVERNOS DESPÓTICAS.” - J.Carlos

“A LIBERDADE DE IMPRENSA É UM DOS GRANDES BALUARTES DA LIBERDADE E DA DEMOCRACIA QUE NUNCA DEVE SER RESTRINGIDA POR FORÇAS OU GOVERNOS DESPÓTICAS.” - J.Carlos

LITORAL CENTRO - COMUNICAÇÃO E IMAGEM

16
Jul19

UNAVE LANÇA NOVAS FORMAÇÕES NA ÁREA DAS ENERGIAS RENOVÁVEIS


J. CARLOS

Eólica e/ou solar, as energias renováveis estão na ordem do dia, em definitivo, a sua adoção constitui um imperativo do ponto de vista da preservação do ambiente e a UNAVE-UA, por maioria de razão, não podia ignorá-las, pelo que vai levar a efeito duas ações de formação nesta área, no início do próximo ano letivo.

A primeira, sobre Dimensionamento de Sistemas Solares Térmicos para AQS (Águas Quentes Sanitárias) está agendada para 3, 4, 10 e 11 de outubro e constará de 12 horas presenciais.

Destina-se, especialmente, a profissionais ligados à consultoria e instalação de sistemas de energia solar, a licenciados na área da engenharia (mecânica, ambiente, física, civil ou áreas equivalentes) e a técnicos com qualificação de nível V na área da energia. A frequência do curso exige conhecimentos básicos de Microsoft Office (Excel).

O objetivo central do curso passa por capacitar os formandos por forma a saber aplicar metodologias básicas na implementação de sistemas solares térmicos em habitações, tendo em vista cobrir as necessidades de energia térmica, analisar o recurso solar disponível num determinado local, dimensionar um sistema solar térmico de acordo com o recurso disponível e analisar a viabilidade económica do sistema.

O segundo curso, desta vez sobre a viabilidade de uma instalação eólica, está   previsto para 7, 8, 14 e 15 de novembro e terá, também a duração de 12 horas (presenciais).

Mais em https://aveiro123.blogspot.com/2019/07/unave-lanca-novas-formacoes-na-area-das.html

16
Jul19

Esclarecimento sobre as Piscinas Municipais de Águeda


J. CARLOS

Em face da publicação partilhada nas redes sociais em que se poderá ler: 

 

- "Dezenas de crianças contagiadas com bactéria perigosa. O Delegado de Saúde acaba de impor o encerramento das piscinas municipais de Águeda" 

 

O Município de Águeda e a Autoridade de Saúde informam, para os devidos efeitos, que a referida "notícia" não corresponde à realidade, desconhecendo-se quaisquer ocorrências de saúde relacionadas com "bactérias perigosas" em crianças, não estando em vigor qualquer determinação de encerramento das piscinas municipais de Águeda. 

 

Mais acresce informar, que ao abrigo do Programa de Vigilância Sanitária de Piscinas desta Unidade de Saúde Pública, os resultados de análises disponíveis à data, cumprem com os parâmetros bioquímicos e microbiológicos regulamentados e definidos para o efeito. 

 

16
Jul19

Proença-a-Nova mostrou-se no lisboeta Largo do Intendente


J. CARLOS

O Festival do Plangaio e do Maranho, a tigelada, a música e os principais pontos turísticos do concelho de Proença-a-Nova foram divulgados em Lisboa este sábado, 13 de julho, numa ação realizada no Largo do Intendente, junto à loja Produtos e Territórios, e que integrou a programação do Intendente em Festa, um festival que anima este bairro lisboeta nas primeiras semanas deste mês. O Centro Ciência Viva da Floresta foi responsável pelo arranque da iniciativa, oferecendo o tigelado, um gelado feito com os ingredientes da receita tradicional da tigelada, utilizando-se azoto líquido para uma rápida congelação. Aliando ciência e tradição, foi possível promover a tigelada, um dos pré-finalistas do concurso 7 Maravilhas Doces de Portugal, e que, para os apreciadores do doce, foi depois disponibilizada para degustação. 
 
Seguiu-se o momento de showcooking que destacou outros dois sabores do concelho: o chef albicastrense Luís Capelo criou diversas formas de saborear o maranho e o plangaio, mostrando as suas potencialidades. 
 
16
Jul19

Proença-a-Nova | Ciência Viva no Verão em Rede em Proença-a-Nova com elevada procura


J. CARLOS

As atividades que o Centro Ciência Viva da Floresta organiza no âmbito do programa nacional Ciência Viva no Verão em Rede, de participação gratuita, estão a registar uma elevada procura, havendo já iniciativas com as inscrições em lista de espera. É o caso de “O Ouro das Portas de Almourão”, atividade agendada para 27 de julho e que, numa parceria com Geopark Naturtejo, convida os participantes “a vestir a pele de garimpeiros e vir experimentar utensílios e técnicas milenares” que se utilizavam na exploração do ouro que, nesta região, “poderá remontar ao período romano, como hoje ainda se pode ver pelas inúmeras conheiras nos terraços fluviais que foram sendo explorados até quase aos dias de hoje”. 
 
Também “Os Segredos do Vale Almourão”, a realizar no dia 30 de agosto, já tem lista de espera. Com início às 9h30, o convite desta atividade é descobrir o Vale Mourão, “uma impressionante garganta escavada pelo Rio Ocreza nos últimos dois milhões de anos que divide a Serra das Talhadas em duas poderosas cristas quartzíticas. Os Segredos do Vale Mourão serão desvendados numa emocionante viagem no tempo que inclui fósseis do Paleozóico, rochas dobradas, colisão de placas tectónicas, vestígios da última glaciação, antigas minas romanas e garimpeiros de ouro”. A boa notícia é que ainda existem três vagas para a mesma atividade que decorrerá a 10 de agosto. 
 
16
Jul19

Castelo de Paiva | Medalha de Mérito Municipal para o actor António Capelo, 2ª EDIÇÃO DA BIENAL DA CULTURA TEVE ONTEM INÍCIO EM CASTELO DE PAIVA


J. CARLOS

O regresso à actividade cultural em Castelo de Paiva aconteceu ontem ao final da tarde, com o arranque da 2ª edição da Bienal da Cultura uma iniciativa municipal que, sob o tema “ O rio, a terra e as gentes “, vai decorrer até 20 de Julho no território paivense, numa aposta forte na cultura, música e criatividade enquanto elementos distintivos, evidenciando um programa multi-cultural e diferenciado, pretendendo uma vez mais, celebrar a cultura e a criatividade na relação saudável e equilibrada entre pessoas e as tradições locais, com espectáculos livres e direccionados para toda a comunidade.

A iniciativa arrancou com a cerimónia de abertura junto à edilidade, e com a presença de Estátuas Vivas e uma actuação dos Pauliteiros de Miranda no Largo do Conde, o mesmo sítio que, nas escadarias da Igreja Matriz, recebeu à noite, um grande espectáculo de Àrias de Ópera, interpretado pelo trio, Opera Intermezzo do Porto,com um reportório vasto e repleto de vários obras tão bem conhecidas por todos, fantásticos tenores que brilharam no arranque da Bienal e arrepiaram os presentes com uma actuação de grande nível, enquanto no espaço do CICL se procedeu à abertura de uma exposição de fotografia de Luis Monteiro, “ Payva – terras de água “, onde através de um conjunto de fotografias, o autor redescobre locais, quer na sua perspectiva mais pura e selvagem, quer na sua visão mais antrópica e humanizada, procurando mostrar que, as Terras de Payva não seriam as mesmas se não fossem recortadas pelos rios Douro, Paiva, Arda e Sardoura, quatro eixos de água e biodiversidade, que deram origem a vales férteis e abastados que foram responsáveis pela fixação dos nossos antepassados.

Mais em https://aveiro123.blogspot.com/2019/07/castelo-de-paiva-medalha-de-merito.html 

15
Jul19

Alentejo | Assembleia Municipal de Évora aprovou reestruturação dos serviços camarários


J. CARLOS

A Assembleia Municipal de Évora aprovou o avanço da reestruturação de serviços do Município de Évora, na sessão de 12 Julho de 2019. O resultado da votação foi o seguinte: 16 votos a favor (14 da Coligação Democrática Unitária, 1 do Bloco de Esquerda e 1 do Machede Movimento Popular Independente), 16 contra (13 Partido Socialista e 3 Partido Social Democrata) e 1 abstenção (Coligação Afirmar Évora 2017). Valeu o voto de qualidade do Presidente da AME. Como a anterior proposta foi rejeitada, o Presidente do Município de Évora explicou que, agora, procuraram integrar as sugestões feitas, entre elas a redução das unidades orgânicas e subunidades. Recordou ainda que a reestruturação integra 3 momentos, sendo este o primeiro deles - o conteúdo dos departamentos - pronunciando-se posteriormente sobre o das divisões e depois das unidades de 3º grau.
 
A Prestação de Contas Consolidadas/Relatório de Gestão Consolidado do Município de Évora 2018 obteve 16 votos favoráveis (13 da CDU, 1 do BE e 1 do MMPI) e 16 abstenções (12 do PS, 3 do PSD e 1 da CAE2017), enquanto o Empréstimo de Médio e Longo Prazo nº 9015006934991/Proposta de alteração às condições de financiamento/Alteração da taxa de juro foi aprovado com 16 a favor (13 da CDU, 1 do BE, 1 do MMPI e 1 da CAE 2017) e 15 abstenções (12 do PS e 3 do PSD).
 
A deliberação acerca do Regulamento do Mercado Municipal de Évora mereceu aprovação com 19 votos favoráveis (13 CDU, 3 do PSD, 1 BE, 1 da CAE 2017 e 1 do MMPI) e 12 contra (PS) e a Revisão pontual do Regulamento de Atribuição de Lotes para instalação de actividades económicas foi aprovada com 19 votos a favor (13 da CDU, 3 do PSD, 1 do BE, 1 do MMPI e 1 da CAE 2017) e 11 abstenções (PS).
 
15
Jul19

Reguengos de Monsaraz | Digressão mundial da banda Animals & Friends passa pelo festival internacional Reguengos Wine & Blues


J. CARLOS

A banda sonora da terceira edição do festival internacional Reguengos Wine & Blues é composta pela banda inglesa Animals & Friends, que surgiu dos lendários The Animals e integra dois membros da formação da década de 1960, pelos portugueses Delta Blues Riders, pelos espanhóis Guitar Not So Slim e pelos italianos T-Roosters. O Reguengos Wine & Blues tem entrada gratuita e decorre nos dias 14 e 15 de agosto no Parque de Feiras e Exposições de Reguengos de Monsaraz.

O festival está integrado na ExpoReg – 27ª Exposição de Atividades Económicas, é organizado pelo Município de Reguengos de Monsaraz e produzido pela Trovas Soltas. Neste evento alia-se o Blues ao vinho num concelho que registou a marca Reguengos de Monsaraz – Capital dos Vinhos de Portugal e tem 11 empresas que anualmente produzem mais de 25 milhões de litros de vinho.

Mais em https://aveiro123.blogspot.com/2019/07/reguengos-de-monsaraz-digressao-mundial.html

15
Jul19

CÂMARA DA COVILHÃ REABILITA RIBEIRAS DA CARPINTEIRA E GOLDRA


J. CARLOS

A Câmara Municipal da Covilhã tem em curso trabalhos de reabilitação das Ribeiras da Goldra, Carpinteira e outras em vários pontos do território, incluindo parte do Rio Zêzere. Este conjunto de ações realizam-se no âmbito do projeto de requalificação das linhas de água e outras infraestruturas afetadas pelos incêndios de 2017 e do plano da autarquia para a limpeza e conservação das emblemáticas ribeiras do concelho.
 
Estão também a decorrer obras de requalificação de passagens hidráulicas, pontos de água, sinalética horizontal e vertical, parques de lazer, pavimentos, pontes e pontões, abrangendo mais de uma centena de intervenções, nas freguesias de Barco/Coutada, Covilhã/Canhoso, Cortes do Meio, Paul e Unhais da Serra. 
 
15
Jul19

Covilhã | SAUD’ARTE PROMOVE TRADIÇÕES DA SERRA


J. CARLOS

Nos dias 20 e 21 de julho vai decorrer, nas Penhas da Saúde, a segunda edição do evento denominado “Saud’Arte”. 
 
Esta atividade, organizada pelo Município da Covilhã, com a colaboração e cofinanciamento de várias entidades, promove encontros, partilha de estórias, experiências e uma aventura pelos produtos e pratos regionais. Do programa consta ainda uma homenagem aos Pastores, enquanto guardiões de histórias e profundos conhecedores da Serra da Estrela, dos seus segredos e saberes.
 
Com uma grande variedade de atividades, este acontecimento pretende ainda reforçar a ligação afetiva dos emigrantes à Covilhã, num reencontro que fomenta o seu orgulho e sentimento de pertença.
 
15
Jul19

Marzovelos, Viseu | Curso Avançado em Fiscalidade


J. CARLOS

A Fiscalidade condiciona o rendimento disponível das famílias e a taxa de poupança. Nas empresas, condiciona a rentabilidade, influencia a tomada de decisão e interfere com as necessidades de fundo de maneio.
 
Devido à elevada procura de formações no âmbito da Fiscalidade, resultante da escassez de oferta e por se tratar de uma área em constante atualização, a Douro Business School vai iniciar no próximo dia 19 de julho o Curso Avançado em Fiscalidade no Regia Douro Park. 
 
Acrescentando a grande insegurança ao nível da legislação, com dezenas de alterações anuais, exige-se que contabilistas e gestores estejam em permanente atualização e aprofundem cada vez mais os seus conhecimentos de Fiscalidade.
 
Eminentemente prático, o Curso Avançado em Fiscalidade assenta na análise de casos e dos efeitos que as mais recentes normas fiscais produzem. Como outros fatores diferenciadores desta formação, remete-se para a aplicação integrada dos diferentes impostos, estabelecem-se pontes entre a fiscalidade e a contabilidade e potencia-se a partilha de experiências.